As alterações climáticas - o que são?

As alterações climáticas são consideradas um dos mais importantes problemas a nível global.

Desde a revolução industrial, o ser humano tem sido responsável por um aumento desmedido das emissões de gases com efeito de estufa e por alterações nos usos do solo.

Estas alterações causam mudanças profundas na atmosfera e provocam modificações nos padrões climáticos, contribuindo para o agravamento dos eventos climáticos extremos em todo o mundo.

O Mediterrâneo é a região europeia que enfrenta um maior número de impactos, e a Península Ibérica em particular tem sido alvo dos maiores aumentos de temperatura da Europa, estando projetado que essas tendências continuem a agravar-se no futuro.

O Algarve não é exceção. Esta região encontra-se exposta a um conjunto de vulnerabilidades climáticas, tendo nos últimos anos enfrentado situações decorrentes de eventos climáticos relacionados com ondas de calor, incêndios florestais, inundações e cheias rápidas, galgamentos e erosão costeira. Antevê-se que estas vulnerabilidades sejam agravadas num contexto de alterações climáticas, o que terá impactos sobre diferentes áreas e setores socioeconómicos da região.

Dada esta tendência que se verifica, é urgente atuar sobre as alterações climáticas e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa (mitigação).

Ainda assim, mesmo que as emissões sejam drasticamente reduzidas a nível mundial, a complexidade da atmosfera faz com que as alterações causadas por essas emissões se façam sentir ainda ao longo de várias gerações. Por isso, complementando a mitigação, é essencial recorrer também à adaptação, evitando e/ou reduzindo danos e tirando partido das oportunidades que as alterações climáticas proporcionam.

A mitigação e a adaptação são portanto ambas essenciais para lidar com as alterações climáticas e salvaguardar o futuro de ecossistemas, populações e atividades económicas.

Para mais informações sobre mitigação e adaptação clique aqui.

Notícias

AMAL promove visita de parceiros noruegueses ao Algarve para partilha de conhecimentos na adaptação às alterações climáticas

A Comunidade Intermunicipal do Algarve promoveu, recentemente, um Workshop e uma visita a Lagos, que envolveu técnicos municipais e os parceiros noruegueses do projeto AwK – Adaptation with Knowledge, Climate Change. Estas iniciativas integram as vertentes de comunicação, sensibilização e intercâmbio do AwK, um projeto da AMAL através do qual estão a ser criadas as

Ler Mais »

«A Natureza não tira férias»: Algarve apela a um turismo sustentável

«A Natureza não tira férias» é o claim da nova campanha do Turismo de Algarve que pretende sensibilizar para um turismo sustentável e chamar a atenção para as consequências das alterações climáticas no destino. A campanha arranca esta segunda-feira e prolonga-se até setembro, apelando a que as boas práticas sejam mantidas por todos, mesmo em

Ler Mais »

Representantes da AMAL e RTA visitam parceiros noruegueses para partilha de conhecimentos em adaptação às alterações climáticas

No âmbito do projeto AwK – Adaptation with Knowledge, Climate Change, cujo principal objetivo é melhorar a capacidade de resposta do Algarve face às alterações climáticas e promover a implementação do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas do Algarve (PIAAC-AMAL), a equipa de projeto da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) e da Região de

Ler Mais »

Implementação do PIAAC-AMAL começa com candidatura aprovada no EEA Grants

A cerimónia pública de apresentação dos projetos aprovados no âmbito do EEA Grants decorreu no passado dia 21 de dezembro de 2020, via streaming, e contou com a presença do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes. A Comunidade Intermunicipal do Algarve, na qualidade de entidade promotora do Plano Intermunicipal de

Ler Mais »
Scroll to Top